AMRIGS - Associação Médica do Rio Grande do Sul
    
 
Área do Associado



 


 

 
   
 

AMRIGS completa 64 anos de história

A Associação Médica do Rio Grande do Sul - AMRIGS, completou, na última terça-feira, 64 anos de existência. Fundada em 27 de outubro de 1951, sob a inspiração de um grupo de médicos de destaque no meio profissional gaúcho, a  AMRIGS nasceu com a perspectiva de crescimento intelectual e cultural através do associativismo médico, ideia presente nas antigas caravanas iniciadas em 1950 pelo interior do Estado.

A AMRIGS teve como primeiro presidente Bruno Marsiaj, seguindo-se no cargo os médicos Paulo Tibiriça, Walter Guezzi, José Luiz Flores Soares, Alberto Viana Rosa, Newton Neves da Silva, Osmar Pilla, ManoelAntonio Albuquerque, Luiz Alberto Fagundes, Harri Waldir Graeff, Hans Ingomar Schereen, Paulo Marroni Silveira, Gerda Horn Caleffi, Marco Antonio Becker, Martinho Álvares da Silva, Hilberto Corrêa de Almeida, Newton Barros e Dirceu Francisco de Araújo Rodrigues. 

O atual presidente da AMRIGS, que assumiu em 2014, é o médico pediatra Alfredo Floro Cantalice Neto. "É com muito orgulho que estou na Presidência da AMRIGS, entidade ímpar do nosso associativismo. Continuaremos lutando para sermos exemplo na área do conhecimento, mas também com importante atuação no associativismo e na defesa profissional".

Um pouco de uma longa trajetória

Tendo à frente os seus idealizadores, os médicos Paulo Queiróz Telles Tibiriça e Bruno Atílio Marsiaj, a AMRIGS teve como objetivos primordiais a estruturação da classe médica no Estado, melhorias no nível de instrução, previdência e a luta pelos direitos do médico e da população.

Historicamente, as atividades voltadas ao aprimoramento técnico-científico e cultural da classe médica foram as que demandaram os maiores investimentos da entidade. E é na área científica que se apresentam algumas de suas maiores realizações: a Revista da AMRIGS, respeitada por publicar trabalhos científicos na área médica, foi criada em 1957; e o Exame AMRIGS, criado em 1970, teve a primeira prova aplicada em 1971, com 115 examinados. Ao longo dos últimos 44 anos, o Exame AMRIGS vem selecionando médicos para os Programas de Residência Médica (PRMs) de várias instituições de saúde no Rio Grande do Sul e, desde 2013, em Santa Catarina, como também avaliando os conhecimentos indispensáveis ao exercício ético e qualificado da Medicina.

Os problemas e transformações da classe médica no país têm sido documentados pelo Jornal AMRIGS, o mais antigo entre os jornais de classe publicados hoje no Estado. O periódico circulou pela primeira vez no dia 15 de outubro de 1952, como Boletim da Associação Médica do Rio Grande do Sul.

Da aquisição de sua primeira sede (1952), na Rua Uruguai, no centro de Porto Alegre, à compra da segunda (1968), na Av. Salgado Filho, a maior expansão das instalações físicas da AMRIGS ocorreu a partir dos anos 70. No dia 10 de outubro de 1973, foi publicado no Diário Oficial do Estado a Lei nº 6.608, com a doação, pelo Governo gaúcho, do terreno onde localizá-se o atual Centro AMRIGS, na Av. Ipiranga. Da conclusão da sede atual (1990), do Centro Científico Cultural (1996), do Teatro AMRIGS (1999), até a inauguração do Centro Comunitário Vida Solidária (2009), a entidade consolidou um sólido patrimônio material, que lhe permitiu, ao longo dos anos, aprimorar suas atividades científicas, culturais e sociais.

Fonte: Jaime Freitas/AMRIGS
Fotos: AMRIGS/DIVULGAÇÃO
Data: 26/10/15      Atualizada em: 30/10/15
Tags: AMRIGS , 64 anos , IVS , Exame AMRIGS , Revista da AMRIGS , Jornal AMRIGS , Teatro AMRIGS ,



Fotos :
  





 
ARTIGOS

A fragilidade da democracia da República do Brasil
Dr. Albino Julio Sciesleski
Conscientização e prevenção sobre a Doença Falciforme
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Em defesa do plano de carreira no setor público
Dr. Alfredo Floro Cantalice Neto
Ver Todas
JORNAL AMRIGS

Ver Todas
REVISTA DA AMRIGS

Ver Todas
AMRIGS NA MIDIA

Ver Todas